Temer revoga na sexta decreto que retirou atribuições de comandantes militares

Vera Magalhães
O presidente Michel Temer assina nesta sexta-feira a revogação do decreto 8415/2015, de setembro do ano passado, que causou desconforto nas Forças Armadas ao retirar atribuições dos comandantes militares.
O interino já havia anunciado a disposição de fazer o aceno aos militares, que agora vai concretizar.
A decisão é política: faz parte da estratégia do peemedebista de marcar as diferenças entre sua gestão e a de Dilma Rousseff e se aproximar dos setores que acumularam desgastes com a petista.
Aos poucos, a intenção é fechar todas as brechas para a possível volta de Dilma ao poder.
O texto, editado quando Jaques Wagner ainda era o ministro da Defesa, retirou dos comandantes militares e transferiu para o ministro da pasta a competência de assinar atos relativos a pessoal, como a transferência para a reserva, reforma de oficiais da ativa e da reserva e promoção de oficiais.
Depois da enorme controvérsia da medida, Wagner disse, em audiência no Congresso, que o decreto havia sido um “erro” da assessoria da pasta.
Radar On-Line (Veja)/montedo.com

 

Comentários no Facebook