PT ELEGE EXÉRCITO COMO SEU INIMIGO PÚBLICO NÚMERO 01

O Cristalvox já tratou desse assunto ontem, 19.  De lá para cá, a temperatura do “caldeirão” no FORTE APACHE só aumentou.  Continua a “pipocar” na caserna, nessa sexta, 20, mesmo com expediente reduzido, o conteúdo da Resolução  onde o PT “se arrepende” de não ter aparelhado as Forças Armadas.  A reação do comandante do Exército foi frágil, porém seus pares do Alto Comando estão irritadíssimos com a cúpula petista.

Antes de ser exonerado do Comando Militar do Sul,  o General Hamilton Mourão já havia chamado a atenção para as reais intenções dos petitas para com as forças armadas brasileiras. Mourão foi catapultado do CMS por ordem direta de Dilma Roussef.  Hoje, integrando o Alto Comando, Mourão lidera boa parte dos 4 estrelas e suas idéias continuam hígidas, capazes de fazer calar o mais “moderado” dos comandantes.

O Antagonista, dada a sua inserção maior no cenário político de Brasília trata do assunto de forma muito objetiva: Os oficiais generais e boa parte das tropas do exército, marinha e aeronáutica não irão perdoar a confissão pública do Partido dos Trabalhados.  Os termos usados e o conteúdo da Resolução é uma declaração de GUERRA aos militares brasileiros…

Disse o Alto comando Petista:  “Fomos igualmente descuidados com a necessidade de reformar o Estado, o que implicaria impedir a sabotagem conservadora nas estruturas de mando da Polícia Federal e do Ministério Público Federal; modificar os currículos das academias militares; promover oficiais com compromisso democrático e nacionalista; fortalecer a ala mais avançada do Itamaraty e redimensionar sensivelmente a distribuição de verbas publicitárias para os monopólios da informação.”

Responde o comandante do Exército: ” ” é o tipo da coisa que planta um forte antipetismo no Exército ” e não apenas às Forças Armadas _ “remetem para as décadas de 1960 e de 1970″ e têm um tom “bolivariano”, ou seja, semelhante ao usado pelos regimes de Hugo Chávez e agora de Nicolás Maduro na Venezuela e também por outros países da América do Sul, como Bolívia e Equador.”

As informações são CRISTALVOX

Comentários no Facebook