Forças Armadas deixam ruas do RJ nesta quarta, após oito dias de patrulhamento

O governador Luiz Fernando Pezão queria que as Forças Armadas ficassem no Estado até depois do Carnaval, mas a negativa veio de Brasília

Por: Jovem Pan

As Forças Armadas vão deixar o Estado do Rio de Janeiro ao final desta quarta-feira (22), pouco mais de uma semana após o início da Operação Carioca para dar apoio às forças policiais locais.

O governador Luiz Fernando Pezão queria que as Forças Armadas ficassem no Estado até depois do Carnaval, mas a negativa veio de Brasília. Segundo o Ministério da Defesa, a situação do RJ está sob controle, e parecer da Procuradoria-Geral da Justiça Militar apontando que não haveria necessidade de se aplicar a Garantia da Lei e da Ordem.

Na semana passada, em meio a protestos de mulheres de policiais nas portas de batalhões e após morte de torcedor nas imediações do estádio Nilton Santos, nove mil militares das Forças Armadas foram designados para a operação.

De lá para cá muita coisa mudou. O ato das mulheres perdeu força e acabou. Além disso, a votação do projeto de alienação da Cedae foi mais tranquila do que se imaginava.

Já a Força Nacional de Segurança permanece com seu efetivo no Rio de Janeiro até depois do Carnaval.

*Informações do repórter Rodrigo Viga

Comentários no Facebook