Exército divulga nota sobre convocação de general como testemunha de Lula

NOTA DE ESCLARECIMENTO
A respeito da recente convocação do General de Divisão Expedito Alves de Lima, recebida por meio de mandado de intimação, obrigado a comparecer à audiência de oitiva para depor como testemunha em juízo, o Centro de Comunicação Social do Exército informa que:
1) O General Expedito conta com a confiança irrestrita da Instituição;
2) A promoção de oficiais ao generalato é efetivada após criteriosa seleção e indicação do Alto Comando do Exército. Tem por base o mérito do militar e considera seu desempenho profissional ao longo de toda a carreira;
3) O Gen Expedito serviu no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI/PR) como Diretor do Departamento de Gestão, cargo de natureza militar, selecionado pelo Comando do Exército, de Julho/2007 a Março/2010, com subordinação direta ao Secretário-Executivo e ao Ministro-Chefe do GSI/PR; e
4) Os integrantes do Exército Brasileiro têm sua vida pautada na ética, integridade e dedicação aos interesses da Pátria.
CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO
EXÉRCITO BRASILEIRO
BRAÇO FORTE – MÃO AMIGA

Comentários no Facebook